Notícia

Educação integrada em rede é exemplificada com caso da UFSB

09/11/2016 18:11

A educação integrada em rede foi exemplificada com o caso da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), criada em 2013, que tem sede na cidade de Itabuna e campi em Porto Seguro e Teixeira de Freitas.

O modelo pedagógico inovador foi apresentado pelo decano do Instituto de Humanidades Artes e Ciências, Rogério Ferreira (UFSB), aos participantes do Fórum RNP 2016. Os alunos ingressam e têm vaga garantida nos programas de bacharelado interdisciplinar, divididos em quatro grandes áreas de atuação: Artes, Humanidades, Saúde e Ciência e Tecnologia. Após concluírem o bacharelado, com duração de três anos, podem fazer uma opção mais específica, escolhendo uma carreira profissional.

“Trata-se de um modelo híbrido e flexível. Com essa trajetória, o estudante pode migrar de uma carreira para outra. Nas universidades tradicionais, ele tem que se retirar da instituição, passar por outro processo seletivo, para fazer uma transição”, destacou o decano.

Além dessa configuração inovadora, a universidade mais recente do país tem regime letivo “quadrimestral multiturno, com ciclos de 72 dias letivos” e uma mudança na sua constituição, que permite o maior envolvimento da comunidade. 

“Temos um Conselho Estratégico e Social, composto de segmentos representativos da sociedade local, que constroem a universidade conosco. Um representante dele participa ainda do Conselho Universitário. A ideia é que a universidade não se distancie dos desejos locais. Não queremos imprimir uma visão de assistencialismo, mas de construção coletiva”, reforçou Rogério Ferreira.