Notícia

Brasil terá sistema integrado para gestão de informações científicas

09/11/2016 16:50

O desenvolvimento de um sistema integrado para a gestão de informações em ciência, tecnologia e inovação foi o alvo do painel dividido pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) e a rede acadêmica portuguesa, a Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), na trilha sobre sistemas de informação.

Segundo o Ibict, o Brasil está implementando um sistema vai agregar todas as informações dos repositórios existentes para tomada de decisão em CT&I, baseado em um software desenvolvido para a Universidade de Hong Kong, o CRIS (Current Research Information System).

O projeto inspirou-se na experiência de Portugal na implementação do CRIS, que foi apresentada por vídeo gravado pelo chefe de Informação Científica da FCCN, João Mendes Moreira. No modelo brasileiro, a arquitetura do sistema irá abarcar grandes repositórios científicos nacionais, como a plataforma Lattes, a base de dados de projetos da Finep e a Biblioteca Digital de Teses e Dissertações gerida pelo Ibict.

Segundo o coordenador do projeto BR-CRIS no Ibict, Paulo Egler, a motivação surgiu da ausência de informações para a tomada de decisões em CT&I, que poderiam contribuir para futuras políticas e programas no setor. “Hoje, a informação está dispersa, em diversos repositórios que não conversam entre si”, afirmou Paulo. “O BR-CRIS será um ecossistema nacional integrado para dar suporte às atividades de CT&I no Brasil, que estejam de acordo com as melhores práticas e normais internacionais”.

Entre os principais benefícios para as instituições com produção científica, o palestrante citou dispor de um sistema web que agregue todas essas informações, como um portal de pesquisa no Brasil, formado por instituições, projetos e pesquisadores. “Vamos analisar de qual maneira as Fundações de Apoio a Pesquisa poderão usufruir dessa infraestrutura para organizar as suas informações”, complementou.